Archive for Maio, 2007

Mãe

E como foi Dia da Mãe, aqui vai um poema para as mães deste mundo. Já vai um pouco atrasado, mas as mães nunca se importam, o que interessa é a intenção…

Mãe…são três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito

Para louvar a nossa mãe
Todo o bem que se disser
Nunca há-de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do céu
E apenas menor que Deus!

Mário Quintana

Maio 13, 2007 at 6:58 pm 6 comentários



Folhetim Cultural e artístico de Lisboa, Divulgação Cultural
Facebook

Poemas do mundo

Poemas do meu Mundo que ardem vivos em meu olhar que no coração escavam bem fundo e que não o deixam pulsar...

  • 983,754 visitas