Sísifo

Junho 1, 2006 at 8:44 pm 7 comentários

Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga, Diário XIII

Entry filed under: Miguel Torga. Tags: .

Trova do Vento que Passa

7 comentários Add your own

  • 1. Sofia  |  Janeiro 11, 2010 às 4:00 pm

    um dia alguem me enviou este poema para me dar força e coragem.estas palavras são lindissimas consegui ultrapassar todo o k havia de negativo. aconselho k leiam.
    obrigado Miguel bjs

    Responder
  • 2. Cecilia  |  Abril 29, 2011 às 11:22 am

    Podia Ter a explicaçao do Poema , oh calhau -.-

    Responder
    • 3. Cecilia  |  Abril 29, 2011 às 11:22 am

      Se faz favor ^.^

      Responder
  • 4. Rodrigo de Alencar  |  Julho 25, 2012 às 1:06 pm

    Cecília:

    http://www.sisifico.blogspot.com.br/

    Responder
  • 5. Maria Betãnia  |  Março 23, 2015 às 5:49 am

    Este poema é de certo modo o resumo de minha vida.
    Sísifo é um mito, uma figura que foi condenado á empurrar uma rocha ladeira acima e depois solta-la para então recomeçar com resiliência. Como nós também, sempre, sempre recomeçando.

    Responder
  • 6. Mário  |  Junho 2, 2015 às 3:08 pm

    A poesia é a vida como só os poetas a sabem cantar. E este é um dos mais belos poemas que conheço. Ofertaram-me há anos. Li e nunca mais esqueci.E depois compreendi(?) que talvez nos reconheçamos – com lucidez- na loucura que é nossa.~
    Obrigado Miguel Torga.

    Responder
  • 7. Lucia  |  Outubro 10, 2015 às 3:02 pm

    Falta uma parte do poema…
    ” sempre a sonhar e vendo…”

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed



Folhetim Cultural e artístico de Lisboa, Divulgação Cultural
Facebook

Poemas do mundo

Poemas do meu Mundo que ardem vivos em meu olhar que no coração escavam bem fundo e que não o deixam pulsar...

  • 890,912 visitas

%d bloggers like this: